Poluição no Trânsito

alarm Tempo de estudo: 30 minutos

Como o tópico Poluição no Trânsito costuma ser cobrado na prova do DETRAN?

Quais são os tipos de poluição causados pelo trânsito?

Poluição é a agressão ao meio ambiente através da introdução de substâncias nocivas (poluentes) em quantidades maiores que alteram o equilíbrio natural do ecossistema.

Poluição vem do latim, do termo “poluere” que é “sujar”.  

São exemplos de poluentes do ar emitidos pelos veículos os gases o monóxido de carbono, gás carbônico, clorofluorcarbono, dióxido de enxofre.

Dica para não errar Dica para não errar

Você não precisa se preocupar em decorar os nomes dos poluentes emitidos pelos motores dos veículos, mas na sua prova pode aparecer perguntas como estas:

  • Quais são os elementos causadores da poluição?
  • Gases como monóxido de carbono e clorofluorcarbono são chamados de...?  
  • Os veículos emitem gás carbônico e dióxido de enxofre. Estas substâncias são conhecidas como sendo...?

A resposta para todas as perguntas é a mesma: POLUENTES!

Fácil garantir esse ponto na prova, né?

Os 2 principais tipos de poluição relacionados ao trânsito de veículos são:

  • Poluição do ar (poluição atmosférica): provocada pela emissão de gases gerados pelo processo de combustão no motor dos veículos.

  • Poluição sonora: pelas buzinas, barulho dos motores, concentração de veículos em horários de pico.

Em menor proporção, os veículos também causam:

  • Poluição do solo: causada por resíduos de pneus, combustíveis e óleos lubrificantes e pelo descarte de pneus usados.

  • Poluição da água: provocada pela evaporação de poluentes no solo (combustíveis e óleos), que se misturam com a chuva e contaminam rios, mares, etc.

  • Poluição visual: pelo acúmulo de placas de sinalização e de publicidade direcionadas aos condutores.

  • Poluição radioativa: devido a alguns elementos do veículo que contêm radioatividade.  

Concentre seus estudos nas poluições do ar e sonora, que são as principais e trazem maiores prejuízos para a população e o meio ambiente (especialmente nos grande centros).  

O que é e quais são as consequências da poluição sonora no trânsito?

A poluição sonora é a emissão de sons indesejáveis ou altos demais, isto é os ruídos produzidos pelos veículos.

A exposição a ruídos causa danos imediatos e irreversíveis à saúde. O contato constante com barulhos leva a fadiga, irritação, estresse, redução da capacidade auditiva e surdez.

Para fins de saúde, recomenda-se as seguintes faixas de decibéis (unidade de medida de intensidade de som):

Decibéis

Exemplo de situação

Danos à saúde

Até 55

Conversação normal

Sem prejuízo para a saúde

De 55 a 90

Secador de cabelo

Estressante

Acima de 90

Fogos de artifício

Danos imediatos e irreversíveis

O equipamento utilizado para medir a intensidade do som de um ambiente (decibéis) é o decibelímetro.

Pelo CTB é considerada infração grave (5 pontos) a emissão de ruídos acima do recomendável por sons automotivos ou por barulho do escapamento e motor do veículo. 

O que é e quais são as consequências da poluição do ar no trânsito?

A poluição do ar (ou poluição atmosférica) é a contaminação do ar por substâncias tóxicas, como gases, líquidos e partículas sólidas.

Sua principal causa é a queima de combustíveis fósseis, como o carvão mineral e derivados do petróleo, pelas indústrias e pelos motores dos veículos.

Os veículos movidos a diesel e gasolina (ambos derivados do petróleo) são os principais vilões da poluição atmosférica.

No processo de combustão, os motores dos veículos emitem gases poluentes. Dentre eles, cabe destacar:

  • Monóxido de carbono: gás letal e imperceptível (não é possível ver ou sentir o seu cheiro), por isso muito perigoso. Resultante da queima inadequada de combustíveis.

  • Gás carbônico (dióxido de carbono): resultante da queima de combustíveis fósseis. É a causa do efeito estufa e do aquecimento global.

  • Dióxido de enxofre: também é proveniente da queima de combustíveis fósseis, provoca a chuva ácida.

  • Clorofluorcarbono (gás CFC): encontrado em aparelhos de ar condicionado, destrói a camada de ozônio da atmosfera.

Antigamente, era comum ligar o motor do veículo alguns minutos antes de colocá-lo em circulação para “aquecer o motor”.

Há mais de 20 anos que esta prática NÃO é recomendada pelos fabricantes por causa do risco de contaminação pelo monóxido de carbono que pode levar a morte.

Esqueça, portanto, a dica do vovô de esquentar o carro antes de sair, ok?

Dica para não errar Dica para não errar

Mantenha o foco nas consequências da poluição do ar pelos veículos.

Lembre-se de que:

  • O monóxido de carbono é um gás letal (isto é, que pode levar a morte) e imperceptível.

  • Os gases poluentes emitidos pelos veículos são causas do efeito estufa, chuva ácida e da redução da camada de ozônio.  

Quais são os principais problemas ambientais causados pelos gases emitidos pelos veículos automotores?

Chuva ácida

Suas principais causas são o dióxido de enxofre e óxido de nitrogênio (ambos produzidos pela queima de combustíveis fósseis).

A chuva ácida provoca a corrosão de estruturas metálicas e deteriora a vegetação, intensificando o processo de desertificação em várias regiões do planeta.

Chuva ácida

Efeito estufa

É causado principalmente pelo gás carbônico (dióxido de carbono) gerado não apenas pelos veículos, mas também pelas indústrias, queimadas e pela respiração dos seres vivos.

O aumento das atividades industriais e da frota de veículos nas últimas décadas tem intensificado o acúmulo de gases na atmosfera, com destaque para o gás carbônico.

O efeito estufa é o processo de absorção dos raios infravermelhos pelo gás carbônico e outros gases na atmosfera, impedindo que sejam dispersos para o espaço.

Dessa forma, parte do calor do sol é irradiado novamente para a superfície terrestre, aumentando as médias de temperaturas do planeta.

Efeito estufa

Ou seja, a principal consequência do efeito estufa é o aquecimento global, marcado pelo derretimento das geleiras, aumento do volume dos oceanos e mudanças climáticas.

Camada de ozônio

O gás ozônio forma uma camada ao redor da Terra, que atua como um filtro protetor que absorve os raios ultravioletas do sol.

Alguns gases, como o CFC (clorofluorcarbono), presente no ar-condicionado, têm a capacidade de destruir o ozônio, provocando buracos nessa camada da atmosfera.

As consequências da redução da camada de ozônio são doenças causadas pela exposição aos raios ultravioletas, como câncer de pele e enfermidades nos olhos.

Camada de ozônio

Quais são os combustíveis que poluem menos?

Todos os veículos motorizados são agentes poluidores, inclusive os equipados com motores que utilizam combustíveis de fontes renováveis.

O que varia é a espécie, o grau e a intensidade da poluição, de acordo com o tipo de motor e combustível utilizado.

Considerando o grau de poluição dos combustíveis, eles estão posicionados na seguinte escala decrescente (do que mais polui para o que menos polui):

  • Primeiro: diesel

  • Segundo: gasolina

  • Terceiro: etanol (polui metade do que polui a gasolina)

  • Quarto: GNV (gás natural veicular)

Por impactarem menos o meio ambiente, o etanol (álcool automotivo) e o GNV são opções mais sustentáveis do que os combustíveis derivados de petróleo.

De qualquer forma, mesmos o etanol e o GNV geram poluentes. Hoje, os combustíveis de menor impacto ambiental são o biodiesel e a energia elétrica, mas ainda são pouco utilizados.

O biodiesel é produzido a partir de óleos vegetais ou gordura animal e pode ser usado em motores a diesel. 

Os veículos elétricos, ainda pouco acessíveis, são a opção de menor impacto ambiental e futuramente devem substituir os veículos com motor a diesel ou gasolina.

Dica para não errar Dica para não errar

1. Poluente gerado a partir da produção de etanol

Da matéria-prima usada para a produção de etanol sobra um composto químico altamente poluente, chamado de vinhaça (ou vinhoto).

Se for dispersada sem tratamento nos rios, a vinhaça irá devastar a fauna e flora da região onde tiver contato. Por isso, ela deve ser armazenada em um recipiente controlado e ser tratada quimicamente antes de ser descartada no meio ambiente.

Guarde bem o significado da palavra vinhaça porque ela pode aparecer numa questão da sua prova.

2. Matérias-prima para a produção de etanol

A cana-de-açúcar é a que todo mundo sabe e conhece.

Mas você sabia que o etanol também pode ser produzido de outras fontes vegetais, como a batata doce, milho verde e beterraba?

E isso já foi pergunta de prova do DETRAN:

Marque a alternativa que NÃO corresponde a uma matéria-prima utilizada na fabricação de álcool?

  • cana-de-açúcar [ERRADA]
  • beterraba [ERRADA]
  • milho verde [ERRADA]
  • carvão mineral [CORRETA]

O metanol NÃO é matéria-prima para a fabricação de álcool veicular no Brasil.

O que é a poluição nas vias de trânsito?

A principal fonte de poluição nas vias de trânsito é o lixo jogado pelos usuários. Infelizmente, nem todas as pessoas têm consciência sobre os impactos ambientais do lixo.

Além de poluentes, latas, garrafas de vidro ou plástico, guimbas de cigarro e a borracha que solta da bandagem de pneus de caminhões podem causar acidentes.

São impactos ambientais causados pelo lixo:

  • Mau cheiro e proliferação de insetos e ratos transmissores de doenças.

  • Contaminação do solo pelo chorume resultante da decomposição.

  • Alagamentos decorrentes do entupimento de bueiros e bocas de lobos.

  • Queimadas e devastação da flora e fauna provocadas por guimbas de cigarros.

Veja o tempo de decomposição dos materiais que costumam ser atirados nas vias por condutores e passageiros de veículos:

Seja consciente, lembre-se que o lixo que produzimos hoje será herdado pelas futuras gerações. 

Material

Tempo de decomposição

Papel

de 3 a 6 meses

Filtro de cigarro

de 1 a 2 anos

Chicletes

5 anos

Alumínio

de 250 a 500 anos

Garrafa plástica (garrafa PET)

450 anos

Vidro

4.000 anos

Borracha / pneu velho

Tempo indeterminado