Veículos de Duas Rodas

alarm Tempo de estudo: 30 minutos

Como o tópico Veículos de Duas Rodas costuma ser cobrado na prova do DETRAN?

O conteúdo de Direção Defensiva para veículos de 2 rodas é exclusivo dos candidatos à habilitação A?

A resposta é: Não.

A prova de legislação para candidatos às habilitação A e B é a mesma. Ou seja, na sua prova poderão cair questões de Direção Defensiva para veículos de duas rodas.

Hoje, é fundamental para qualquer condutor conhecer as recomendações para motoristas de motocicletas, uma vez que o número de acidentes com esse tipo de veículo tem aumentado a cada dia no Brasil.

Quais são os fatores de risco que o motociclista deve evitar?

Veja quais são os principais fatores de risco que os motociclistas devem evitar:

  • Mudar constantemente de faixas.

  • Transitar em velocidade incompatível com a segurança.

  • Ultrapassar pela direita.

  • Circular entre os corredores de veículos, nas marcas das faixas.

  • Não respeitar as distâncias de segurança (1,5 m para lateral e 2 segundos para seguimento).

  • Ficar fora do campo de visão dos condutores dos demais veículos.

Quais são as recomendações da Direção Defensiva para motociclistas?

Veja quais são as principais recomendações da Direção Defensiva para motociclistas:

  • Manter a moto em perfeito estado e utilizar os equipamentos de segurança.

  • Usar capacete com viseira ou óculos protetores e vestuário em conformidade com as especificações do CONTRAN.

  • Segurar o guidão com as duas mãos.

  • Manter o farol baixo durante o dia e à noite.

  • Respeitar as distâncias de segurança.

  • Fugir dos pontos cegos, buscando sempre estar visível nos retrovisores dos veículos à sua frente.

  • Ser previsível, sinalizando com antecedência as conversões.

  • Evitar trafegar entre 2 veículos.

  • Estar atento às distorções de espelhos convexos da motocicleta, pois neles os objetos parecem mais distantes do que realmente estão.

Qual é a postura correta na pilotagem de uma moto?

A postura correta na pilotagem é fundamental para o conforto e segurança do condutor de motocicletas: 

Parte do corpo

Postura indicada

Cabeça

Manter a cabeça levantada para ampliar o campo de visão (evitar que ela seja projetada para frente dos ombros).

Coluna

Manter a coluna ereta para evitar fadiga e possíveis problemas de postura no futuro.

Ombros

Os ombros devem ficar relaxados. A tensão nos ombros deixa as mãos tensas, atrapalhando a condução do guidão.

Braços

Os braços também devem estar relaxados, com distância adequada entre o tronco e o guidão.

Cotovelos

Os cotovelos devem estar ligeiramente dobrados para dentro, para ajudar na absorção dos impactos resultantes das irregularidades na pista.

Mãos

As mãos devem segurar as manoplas do guidão na região central, para que o acionamento dos comandos seja mais suave.

Quadris

Os quadris devem estar o mais próximo possível do tanque. É importante girar o guidão para os dois lados para garantir que a posição não está atrapalhando esses movimentos de giro.

Joelhos

Os joelhos devem pressionar levemente o tanque para oferecer maior estabilidade e facilitar o movimento da parte superior do corpo.

Pés

Os pés devem estar paralelos ao chão e apontados para frente. Pode-se utilizar a ponta dos pés para usar os pedais da marcha e do freio.


Como opção, quando a estatura do condutor ou modelo da moto não permitir, os pés podem se apoiar nas pedaleiras próximas aos comandos.

Como fazer curvas em motocicletas?

Andar de moto é saber fazer curvas. Quanto maior o raio da curva e a velocidade, maior deverá ser a inclinação da moto e do piloto.

Existem 3 métodos básicos para se fazer curvas em motocicletas:

Como fazer curvas em motocicletas?

Quais são as condições adversas para veículos de duas rodas?

São praticamente as mesmas dos veículos de 4 rodas. A seguir estão destacadas algumas recomendações especiais para motociclistas.

Obstáculos

Sendo inevitável o confronto com o objeto, o condutor deve proceder da seguinte forma:

  • Manter a motocicleta em linha reta.

  • Não frear nem acelerar.

  • Erguer-se do assento e flexionar as pernas e cotovelos para amortecer o impacto.

Frenagem

  • O correto é usar os freios dianteiro e traseiro na mesma proporção até a imobilização total da motocicleta.

  • O carona deve pressionar seu quadril ao encontro do piloto para que ele não perca o equilíbrio.

70% da capacidade de frenagem de uma motocicleta estão concentrados no seu freio dianteiro, por isso não freie só com o traseiro.

Cruzamentos

  • Reduzir sempre a velocidade.

  • Ficar com os freios em posição de acionamento para eliminar o tempo de reação.

  • Olhar primeiro para a esquerda.

Transporte de passageiros

  • Devem ser transportados em um banco suplementar, atrás do condutor ou em carro lateral (sidecar).

  • Também devem usar os equipamentos obrigatórios (capacete com viseira ou óculos protetores, vestuário adequado).

  • O condutor deve orientar o passageiro sobre como se comportar nas curvas e em frenagens.

Adversidades de clima

  • O condutor deve estar preparado para situações como chuva ou frio, com capacete e viseira em bom estado de uso e vestuário adequado.

  • No frio, os dedos dos pés e mãos podem perder a sensibilidade prejudicando a condução da motocicleta. Botas e luvas evitam essa situação.

  • Na chuva, procure trafegar no rastro de pneus dos outros veículos, onde há menos água e sujeira.

  • Ventos fortes e deslocamentos de ar causados por veículos de maior porte (carretas e ônibus) podem reduzir a estabilidade da motocicleta.

Pilotando à noite

  • O condutor deve certificar-se de que a motocicleta está com a parte elétrica, faróis e setas em condições adequadas de uso.

  • Diminuir a velocidade e redobrar a atenção.

  • Orientar-se pela linha de bordo da pista para diminuir o ofuscamento causado pelos faróis dos veículos em sentido contrário.